Está devendo dinheiro e com muitas dívidas – O que você deve fazer?

Está devendo dinheiro e com muitas dívidas – O que você deve fazer?
Gostou? Então Vote!

devendo dinheiro

Quem não está devendo dinheiro na praça ou não está com muitas dívidas para pagar, com certeza é porque se programou direitinho e fez o dever de casa no orçamento familiar.

Ao iniciar o ano, logo nos primeiros três meses a maioria das pessoas vislumbram novas expectativas, novas listinhas de tarefas e também de desejos. É quase inevitável repetirmos sempre as mesmas promessas de anos anteriores do tipo:

“No próximo ano, não vou mais gastar além da conta. Vou economizar mais dinheiro. Vou gastar menos no Shopping. Vou manter a conta bancária no azul, pagar todas minhas dívidas em dia e a clássica, vou limpar meu nome na praça e ter meu crédito de volta”

Então, começou o ano com as contas começando a chegar e se multiplicando por todos os lados, o normal é pensar – E agora? Meu projeto para organizar minha vida financeira vai ficar para depois?

O que fazer com as dívidas ?

Vai fazer o que? Sair da bola de neve que se transforma algumas despesas não é fácil! Não há simpatia, reza do bem ou reza braba que pague nossas contas literalmente, então o que resta mesmo é trabalhar, fazer economias e colocar em prática um plano de ação para liquidar com as pendências financeiras.

Se você tem muitas dividas, devendo dinheiro de empréstimos, financiamentos, cartões de crédito etc., não tem jeito, vai ter de escolher algumas e começar o quanto antes a renegociação e pagamentos.

O critério de escolha é simples, veja quais dividas tem mais encargos, ou seja, quais são mais onerosas para seu bolso – comece por elas.

Se você tem dividas com cartões de crédito, livre-se delas o mais rápido possível, os juros deste tipo de crédito são destruidores, tente pagar à vista.

No rotativo sua dívida pode dobrar em apenas alguns meses, parcelar a fatura do cartão também é algo extremamente caro, mas breca o juros mês a mês.

#1 – Pagar as dívidas à vista

Se não tem condições de quitar à vista, tente arrumar algum dinheiro emprestado com juros menores, a dica é conseguir a grana necessária com algum amigo ou familiar, se for sem juros, é melhor ainda, assim você paga à vista o cartão e fica pagando parcelado o dinheiro que pegou emprestado.

Fazendo isto você estará deixando de pagar juros sobre juros e encargos extorsivos.

Estar devendo não é constrangedor, o que é constrangedor é assumir compromissos financeiros e depois esquecer que os tem, pior ainda é aplicar calote, isso sim é vergonhoso, por isso demonstre aos seus credores que você tem interesse em pagar tudo que esta devendo.

“Quando se esta devendo dinheiro para alguma instituição, certamente elas irão contratar empresas para te cobrar, tente ser o mais amigável possível, isso pode render-lhe boas negociação e condições diferenciadas para o parcelamento”

#2 – Negociar suas dívidas

Fala a verdade – afinal de contas é melhor negociar com um amigo ou com um inimigo? Vá atrás dos seus credores, diga que tem interesse em negociar seus débitos e, seja franco sobre suas possibilidades de pagamento.

Não adianta renegociar uma dívida e parar de pagar depois da primeira ou segunda parcela.

Nossas Dicas: A organização e o planejamento financeiro são as chaves para fugir de dívidas e da inadimplência, se você esta realmente disposto em livrar-se delas, abra mão de gastos supérfluos e concentre suas energias em fazer economias até adquirir sua liberdade financeira.

Não há nada mais libertador do que andar por aí sem estar devendo dinheiro para ninguém, então vamos à luta, levanta a cabeça, respire fundo e conscientemente comece a honrar seus deveres.